05 junho 2016

A Louca das séries : Jane The Virgin




A noite uma notificação da Netflix tremeu meu celular: Haviam disponibilizado uma nova série. Resultado? Virei a noite assistindo.
Bruna, é boa? Diga-me , você. Eu não gosto de séries de comédia, pelo simples fato de não conseguir achar graça, acho as piadas um tanto forçadas. Vou nem falar daquelas risadas no fundo...
Entretanto, em "Jane The Virgin" encontramos piadas sutis que te conquistam risadas sem perceber, com personagens simpáticos e cheios de química. Além disso, não são personagens sentados e contando piadas, e sim, uma história mega envolvente cheia de altos e baixos, dramas, conflitos, e muito mais. Muito novela mexicana!
Falando em novelas mexicanas, essa é a formula da série. Se você esquecer o fato de que se passa em Miami e que o idioma original é o inglês (exceto a vó da Jane), irá achar que se trata de uma telenovela latina.
Além das telenovelas, podemos encontrar diversas referencias a cultura latina, e criticas , mesmo que sutis, as imigrações deste povo nos EUA. A série nos mostra que os latinos, como outros povos residentes nos EUA, merecem seu espaço, seus direitos, e principalmente, respeito.
Mais um fato que me alegrou, e raramente é bem feito em várias séries que vejo, é o fato que cada personagem tem sua própria historia, seus próprios conflitos e seu próprio passado. Tudo muito bem explorado, não se prende a Jane.

Sinopse: Quando Jane (Gina Rodriguez) era mais nova, a avó dela a convenceu de duas coisas: telenovelas são a melhor forma de entretenimento, e mulheres devem proteger a virgindade a qualquer custo.Agora, aos 23 anos, a vida de Jane tornou-se tão dramática e complicada quanto as telenovelas que sempre amou, após uma série de surpreendentes eventos que fizeram com que ela fizesse, acidentalmente, uma inseminação artificial.

Jane:


Jane foi durante a infância e adolescência, a filha e neta perfeita.Se tornando uma mulher estudiosa e determinada, por temer o mesmo futuro que a mãe, que engravidou cedo.
Obedecendo a uma promessa feita a avó quando era criança, Jane se mantém virgem até adulta, até se casar.
Porém todos seus planos vão por água abaixo, quando uma médica, Luisa, realiza uma inseminação artificial nela por engano. Jane, então, se vê gravida.
Sabendo que Rafael, o pai da criança , não pode mais ter filhos, Jane se compromete a continuar com a gravidez, embarcando em uma onda de problemas e confusões, como uma atração por Rafael, com quem já se envolveu no passado.

Rafael e Michael :



(Na foto: Michael, Jane e Rafael, respectivamente)
Vou começar pelo Rafael , pois ele é meu favorito (#TeamRafael). Rafael é dono de um famoso hotel em Miami, e teve um passado complicado por conta das festas e das bebidas, porém após entrar em um tratamento contra o câncer sua vida muda.
As beiras de um divorcio, sua esposa, Petra , vai até a irmã de Rafael, Luisa, para que realize uma inseminação artificial nela, com o único esperma congelado do marido.
E vocês já sabem no que deu.
Michael é o noivo de Jane, com quem namora a 2 anos. É detetive, e investiga ,no momento , um famoso criminoso conhecido como Sin Rostro, que pode estar envolvido com uma onda de assassinatos que vem ocorrendo no hotel de Rafael.
No principio, é extremamente contra Jane deixar o bebê nascer, talvez, por temer a aproximação entre a noiva e o pai da criança. ( Acho ele um fofo, mas sou Team Rafael.)

Mãe da Jane/Avó/Pai:


Xo, a mãe da Jane,é uma comédia. Nova,ela vive sua vida como se não houvesse amanhã, o que irrita sua mãe e sua filha, que teme ter o mesmo futuro que ela. Xo, ao engravidar aos 16 anos, disse não saber nem o nome do pai de sua filha.
A avó de Jane é uma das minhas personagens favoritas de toda a série. Extremamente católica,cuida da filha e da neta, tendo a segunda como a joia mais preciosa de toda sua vida. Imigrante, ela sofreu muito quando chegou ao país tendo uma vida complicada mais sempre agradecida (devemos aprender com ela!)
O pai de Jane, é o mais engraçado. Rogelio, é um famoso ator de telenovelas e um tanto (muito!) egocêntrico, mas é isso que o faz tão divertido, é impossível não morrer de rir com ele. Sem contar, que é exatamente como eu imagino um ator de novelas mexicanas, bem exagerado (kkkk).


Um comentário:

  1. Vou assistir com comcerteza
    estou amando o blog !

    ResponderExcluir